Prefeitura de Volta Redonda desiste do Escritorio Central

A prefeitura de Volta Redonda desistiu de adquirir o antigo Escritório Central da CSN, na Vila Santa Cecília. A decisão do governo foi comunicada à empresa na sexta-feira e divulgada pelo semanário FOLHA DO AÇO. No ofício, a administração municipal alega que há várias solicitações de acessibilidade a deficientes pendentes, projetos de centralização de servidores públicos e de outras secretarias e que não há mais como esperar as negociações, já que a empresa preferia o aluguel, em vez da venda do imóvel.

Em agosto de 2017, o prefeito Samuca Silva formalizou uma proposta para adquirir o edifício – de 16 andares. O plano era transformar o prédio no Centro Estratégico Municipal, abrigando órgãos públicos hoje instalados em espaços alugados, e empresas interessadas em se instalar em Volta Redonda, além de um centro de tecnologia e incubadora de empresas. Segundo a prefeitura, várias empresas estavam interessadas em ocupar o espaço, entre elas bancos, restaurante e até uma universidade privada.

Em contrapartida, a prefeitura se comprometia a elaborar uma lei municipal extinguindo os créditos tributários por meio do Programa Especial de Regularização Tributária (PERT), que somam aproximadamente372 milhões de reais, segundo cálculos do governo, abrangendo a concessão de anistia de até 95% sobre encargos legais (multas, juros e honoráriosadvocatícios), abatendo o valor venal do prédio.

Posteriormente, foi oferecida a isenção parcial do IPTU anual do prédio, que gira em torno de 400 mil reais, em relação a seis andares, para que viabilizasse ida de pessoas ao prédio.

O prefeito Samuca Silva, ao divulgar a desistência declarou: “Registro a vontade do senhor Benjamim [Steinbruch, presidente da CSN] em viabilizar a reabertura do antigo Escritório Central. Ele já tinha aceitado a cessão com isenção do IPTU anual, mas a empresa tem um Conselho, que preferia um aluguel pela prefeitura. Não tenho como justificar o interesse público e econômico em pagar aluguel por um prédio ou andares, já que tenho minhas instalações próprias e já reduzimos grande parte dos aluguéis. A proposta de aluguel nunca foi cogitada pela prefeitura”, assegurou o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *